segunda-feira, 22 de agosto de 2011

FACEBOOK VS BOOKS

por Renato Rodrigues
Inglês adora uma pesquisa: um em cada seis jovem ingleses passa um mês sem ler livro algum. O levantamento feito pelo National Literacy Trust envolveu entrevistas com 18.141 crianças e jovens dos oito aos 17 anos. A exposição do grupo à palavra escrita deriva principalmente de mensagens de texto, e-mails e de visitas a sites de redes sociais como o Facebook e o Twitter.

"Fazer com que essas crianças leiam e ajudá-las a amar a leitura é uma maneira de mudar suas vidas e lhes dar novas oportunidades e aspirações. Estamos preocupados com a possibilidade de que um em cada seis adultos venha a enfrentar problemas de leitura sérios, porque sua capacidade de ler pode ser igual ou inferior à de uma criança de 11 anos", afirmou Jonathan Douglas, o diretor da organização.
A tendência que isso revela pode ter consequências significativas para jovens a caminho de se tornarem adultos. Será que o futuro da literatura ficará restrito aos livrinhos de colorir?

Pelo menos lá na Inglaterra alguém está preocupado com isso. A organização apresentou uma proposta ao secretário da Educação britânico para que os alunos leiam 50 livros por ano tendo em vista as constatações da pesquisa.

Pedimos a esta jovem no vídeo abaixo (que nunca teve contato com o Facebook, Orkut ou Twitter) para que lesse em voz alta um capítulo de "Lua das Fadas". Ela se comunicou melhor do que metade dos meus "amigos" do Facebook que só sabem "curtir" e comentar "kkkkkk" nas postagens. Veja o resultado impressionante:

video

Ela, inclusive, já foi contratada para fazer as
próximas resenhas de livros aqui para o blog.

4 comentários:

Alessandro Inacio de Souza disse...

A dorei

O livro é a alma das historias
É o ser mas antigo em uma forma escrita e deve ser visto como algo sagrado mas não para ser idolatrado mas sim adimirado e respeitado e claro lido sempre para amanter vivo o que foi escito

Atenciosamente : Alessandro Inacio de Souza

Morgana disse...

Não nego que gosto da internet e que gasto algum tempo em redes sociais, mas nada se compara ao amor de ter em mãos um livro, para maravilhar-me com o mundo ali descrito naquelas páginas. E o cheiro do papel, o toque... eles não sabem o que perdem, mas a maioria nunca se dará conta disso.

Eddie disse...

Sinceramente, eu só estou na Internet por motivos profissionais. E ela acaba tomando tempo do livro. Mas nunca pararei de ler! Mesmo que o Renato sempre me arraste para um filme ou seriado velho! NUNCAAAA!

Abelhuda disse...

Bom Dia a todos os lobos,

Quando eu era criança, o marido da minha madrinha sempre nos colocava para ler, me lembro muito bem.
Tinha toda coleção do Sitio do Pica-Pau Amarelo e li todos. Me lembro de viajar pelo Reino das Águas Claras, me deliciar nos pomares do sítio, me divertir com a Emilia...

Até hoje não ando na mochila sem um livro, por mais que não dê tempo de ler, ele está lá para qualquer oportunidade.

Infelizmente com toda esse amor pelos livros, não consegui incentivar meu filho a ler, até tentei, mas a era digital falou mais forte.

E olha que na escola, ele me conta que os professores incentivam sim a leitura.

Infelizmente isso é um grande problema nas crianças e jovens, precisamos sim achar uma solução. Se os governantes não fazem, vamos nós bolar uma idéia para mudar essas estastísticas?

Contem sempre comigo.

Beijos doces
8)